sexta-feira, 16 de abril de 2010


Olhos nos olhos
Ele a queria
Ela sabia
Ele estava parado
Mas sentia por dentro
seu corpo estremecer
Mistura de sensações
Desejo era a maior delas
Se aproximou...
Agora ela estremecia
Acariciou seus cabelos
Ela sorriu
Fechou os olhos, mordia o lábio
Era a deixa para ele seguir
Ele prosseguiu
Beijou a tão desejada boca com vontade
Ela retribuiu
Línguas ávidas se tocando
O tremor deu lugar à rigidez
Ela sentiu, gostou, tocou
Se virou de costas e recostou nele
Ele percorria as mãos em seu corpo
Sensual braile,
reconhecendo suas formas
Ela suspirava, olhos fechados
Queria mais...
Ele atendeu prontamente
Sentia-se deslizar dentro dela
Eles se moviam juntos,
sincronia perfeita
Assim como juntos
chegaram ao máximo do prazer
Deitados, abraçados, satisfeitos
Ele falou em seu ouvido....
Te amo, hoje e sempre
Ela sorriu e beijando-o tb disse...
Te amo, hoje e sempre

Um comentário:

  1. Oi Phe,passei para uma visitinha.Quanta paixão heim?bjus

    ResponderExcluir