quinta-feira, 29 de dezembro de 2011


"MORRO DE SAUDADE. Que coisa maluca a distância, a memória. Como um filtro, um filtro seletivo, vão ficando apenas as coisas e as pessoas que realmente contam."

Caio F. Abreu

"Mas nem sempre é necessário tornar-se forte. Temos que respirar nossas fraquezas."

“Enquanto houver você do outro lado Aqui do outro eu consigo me orientar.” Fernando Anitelli.

''Às vezes falta linha para conversar com meus botões.'' Fabrício Carpinejar


''Às vezes falta linha para conversar com meus botões.''

Fabrício Carpinejar

feliz Ano Novo 2012! Marcas do que se foi

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Por que Shrek e Fiona?

Numa atividade em sala de aula a professora pergunta:
Professora: Qual personagem de conto de fadas vocês querem ser?
Aluna 1: A Branca de Neve.
Professora: Por que?
Aluna 1: Ela é linda, e tem um príncipe que a ama, com cavalos, castelos, e ela tem um final feliz.
Professora: E você?
Aluna 2: Eu quero ser a Rapunzel. Porque ela é linda, e tem um príncipe que lutou por ela. E ela mora em um castelo gigante, o mais bonito de todos!



Professora: (virando-se para uma menina especial) E você Marina, qual você quer ser?
Marina: Eu quero ser a princesa Fiona, do Shrek.
Professora: Mas por que? Você não quer ser a Cinderela, ou outra mais bonita?

Marina: Eu quero ser a princesa Fiona, do Shrek.
Professora: Mas por que? Você não quer ser a Cinderela, ou outra mais bonita?
Marina: Não. A Fiona é a mais bonita. Ela se aceita como ela é, diferente de todos como eu, pra viver com quem ela realmente ama e que também ama ela de verdade. Ela tem um burro que fala, isso não é mais legal do que cavalos tia? Veja só, ela é feliz e não precisa de castelos nem de um homem bonito por fora. Eu queria um Shrek pra mim. Queria que alguém me aceitasse por quem eu sou. E ele me ensinou que eu não preciso ser perfeita pra ter um final feliz.






retirei do blog:http://garota-fashiion.blogspot.com

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

O QUE ACONTECE NO CÉU QUANDO ORAMOS?


Sonhei que fui pro céu e um anjo estava me mostrando o lugar. Caminhávamos lado a lado por um escritório cheio de anjos. O anjo que me acompanhava parou em frente à primeira seção e me disse:

"Essa é a seção dos Recebimentos. Aqui, todos os desejos pedidos a Deus em oração são recebidos."

Olhei ao redor e estava tudo muito movimentado, com muitos anjos selecionando pedidos em volumosas folhas de papel e recados de gente do mundo todo.
E aí continuamos a descer por um longo corredor até chegarmos na segunda seção.

Então o anjo me disse: "Essa é a seção de Empacotamento e Entregas. Aqui, as graças e bênçãos pedidas pelas pessoas são processadas e entregues aos vivos que pediram por elas.

"Percebi como, novamente, o lugar estava. Havia muitos anjos trabalhando muito naquela seção, pois muitas bênçãos tinham sido pedidas e estavam a ser empacotadas para a entrega na Terra.

Finalmente, ao final mais distante daquele corredor paramos em frente a uma porta de um pequeno lugar. Para minha surpresa, havia somente um anjo sentado, sem fazer nada. "Essa é a seção do Reconhecimento," meu anjo me disse, admitindo isso ao parecer envergonhado.

"Como assim não há nenhum trabalho sendo desempenhado aqui?", perguntei.

"É mesmo muito triste", o anjo suspirou. "Depois que recebem as bênçãos que pediram, muito poucos retornam os reconhecimentos."

"E como podemos reconhecer as bênçãos de Deus?", perguntei-lhe.

"Simples," o anjo respondeu. "'É só dizer, 'Obrigado, Senhor.'."

"E quais bênçãos deveriam ser reconhecidas?" eu perguntei.

"Se você tem comida em sua geladeira, roupas sobre você, um teto sobre você e uma cama para dormir você é mais rico do que 75% desse mundo. Se você tem dinheiro no banco, na sua carteira, e o troco de uma refeição, está entre os 8% de afortunados do mundo."

"E se você receber isso no seu próprio computador, você faz parte do 1% do mundo que tem essa mesma oportunidade."

"Se acordou hoje de manhã com mais saúde do que doença, você é muito mais abençoado dos que os muitos que não conseguirão nem ao menos sobreviver ao dia de hoje."

"Se nunca teve de provar o medo em uma guerra, a solidão da prisão, a agonia da tortura ou pontadas de fome, está acima de 700 milhões de pessoas nesse mundo."

"Se podes ir à Igreja sem temer assédio, prisão, tortura ou morte, você é invejado e mais abençoado que três bilhões de pessoas no mundo todo."

"Se teus pais estão vivos e ainda juntos, você é ainda mais raro."

"Se podes erguer sua cabeça e sorrir, não é a norma. Você é único dentre aqueles todos em dúvida e desespero."

"Está bem. E agora? Como posso começar?"

Se pôde ler essa mensagem, recebeste uma dupla bênção, pois alguém pensava em você como sendo muito especial e és mais abençoado do que mais de dois bilhões de pessoas no mundo que não conseguem ao menos ler.

Tenha um grande dia. Conte todas as suas bênçãos. E se você se importa, repasse a todos para lembrá-los o quão abençoados (e especiais) todos nós somos.

ATTN: Departamento de Reconhecimento.
"Obrigado, Senhor, pela habilidade de compartilhar essa mensagem e me dar tantas pessoas com quem eu a possa compartilhar."

"Ah, meu amor, não tenhas medo da carência:
Ela é o nosso destino maior.
O amor é tão mais fatal
do que eu havia pensado,
O amor é tão inerente quanto a
própria carência,
E nós somos garantidos por uma necessidade
que se renovará continuamente.
O amor já está, está sempre.
Falta apenas o golpe da graça -
que se chama paixão."

Clarice Lispector

SSO É MUITA SABEDORIA


Quando fazemos tudo para que nos amem e não conseguimos, resta-nos um último recurso: não fazer mais nada. Por isso, digo, quando não obtivermos o amor, o afeto ou a ternura que havíamos solicitado, melhor será desistirmos e procurar mais adiante os sentimentos que nos negaram. Não fazer esforços inúteis, pois o amor nasce, ou não, espontaneamente, mas nunca por força de imposição. Às vezes, é inútil esforçar-se demais, nada se consegue;outras vezes, nada damos e o amor se rende aos nossos pés. Os sentimentos são sempre uma surpresa. Nunca foram uma caridade mendigada, uma compaixão ou um favor concedido. Quase sempre amamos a quem nos ama mal, e desprezamos quem melhor nos quer. Assim, repito, quando tivermos feito tudo para conseguir um amor, e falhado, resta-nos um só caminho...o de mais nada fazer. Clarice Lispector

... uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de. Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente. Foi o apesar de que me deu uma angústia que insatisfeita foi a criadora de minha própria vida. Foi apesar de que parei na rua e fiquei olhando para você enquanto você esperava um táxi. E desde logo desejando você, esse teu corpo que nem sequer é bonito, mas é o corpo que eu quero. Mas quero inteira, com a alma também. Por isso, não faz mal que você não venha, espararei quanto tempo for preciso.

Clarice Lispector

Quando se ama não é preciso entender o que se passa lá fora, pois tudo passa a acontecer dentro de nós.

Clarice Lispector

Ela acreditava em anjo e, porque acreditava, eles existiam.
(A Hora da Estrela)

Clarice Lispector

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Carinho






Carinho é um gesto afectivo entre duas criaturas que pode envolver contacto físico, ou palavras, ou um simples olhar. O carinho pode ocorrer entre indivíduos indiferentemente de sexo, cor, religião e nacionalidade, ocorrendo inclusive entre pessoas e animais, ou ainda entre os próprios animais (principalmente os mamíferos de mesma espécie).


Até pessoas que aparentemente não se dão, podem nutrir no íntimo carinho um pelo outro.


Carinho entre os animais


Mamíferos como os golfinhos, os gatos e os cachorros são bons exemplos de que o carinho transcende a razão, ou de que seja algo que ocorre apenas entre os seres humanos. É sabido de casos de gatos e cachorros que morando no mesmo lar, possuem atitudes típicas de carinho, como brincar juntos e esquentar o outro em períodos frios.

Guerreiro ...Deus esteja sempre com Voce!!!!

Às vezes é saudade. Às vezes é carência. E às vezes é só frescura.

Gael meu Gatinho Arteiro!!!!

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Luar da madrugada
No pátio
passeia o silêncio
do gato


Rogel Samuel




Num terreno baldio
entre prédios,
um gato observa
sem pressa aparente,
um par de gaiolas vazias.

Fernando


Montalvão


declamando...

Juju minha Princesinha!!!!