sábado, 27 de março de 2010


*´¨)
¸.•♥ ¸.•*´¨) ¸♥ .•*¨)
(¸.•´♥ (¸.• ♥ *

AS VEZES É PRECISO

Às vezes é preciso destravar as portas,
abrir todas as janelas, deixar o vento entrar, destravar os cintos da insegurança e decolar para assistir a terra de luneta, comer pipoca sentado na lua, escorregar pelas pontas das estrelas, dançar no ventre das nuvens,
sonhar em outros planetas...
e dar muitas risadas com os cometas...

Às vezes é preciso ficar só...
com um papel e uma caneta para colorir o coração e colocar mais alegria no viver
e se encantar com a felicidade
e não se esquecer dos sonhos!
*´¨)
¸.•♥ ¸.•*´¨) ¸♥ .•*¨)
(¸.•´♥ (¸.• ♥ *

triste é qdo vc tem qe sorrir apenas para fingir qe esta bem,é triste qdo vc sabe qal sera o seu destino,e qe ele ñ sera do jeito qe qeria,é triste qdo vc diz adeus em silencio para a pessoa qe mais ama,é triste qe entre todas as mentiras a única verdade ñ possa ser dita,é triste acordar toda manha sabendo qe todos os proximos dias serão iguais....sem vc ,sem tua voz...imensamentes vazios.....

sexta-feira, 26 de março de 2010


Eu já sei o que os meus olhos vão querer
Quando eu te encontrar
Impedidos de te ver
Vão querer chorar
Um riso incontido
Perdido em algum lugar
Felicidade que transborda
Parece não querer parar
Não quer parar
Não vai parar

Eu já sei o que meus lábios, vão querer
Quando eu te encontrar
Molhados de prazer
Vão querer beijar
E o que na vida não se cansa
De se apresentar
Por ser lugar comum
Deixamos de extravasar
De demonstrar

Nunca me disseram o que devo fazer
Quando a saudade acorda a beleza que faz sofrer
Nunca me disseram como devo proceder
Chorar, beijar, te abraçar
'É isso que quero fazer
Isso que quero dizer

Eu já sei o que os meus braços vão querer
Quando eu te encontrar
Na forma de um C
Vão te abraçar
Um abraço apertado
Pra você não escapar
Se você foge me faz crer
Que o mundo pode acabar
Vai acabar...

Amoooo...essenciais ao meu Viver....

Ti bb Lindooo da Vovó...

quarta-feira, 24 de março de 2010


(Trecho do livro Pequeno Príncipe - cap. XXI - Antoine de Saint-Exupéry)

"E foi então que apareceu a raposa:
-Bom dia! Disse a raposa.
-Bom dia, respondeu polidamente o principezinho que se voltou mas não viu nada.

-Eu estou aqui, disse a voz, debaixo da macieira...
-Quem és tu? perguntou o principezinho. Tu és bem bonita.
-Sou uma raposa, disse a raposa.
-Vem brincar comigo, propôs o príncipe, estou tão triste...

-Eu não posso brincar contigo, disse a raposa. Não me cativaram ainda.
-Ah! Desculpa, disse o principezinho.

Após uma reflexão, acrescentou: -O que quer dizer "cativar"?
-Tu não és daqui, disse a raposa. Que procuras?

-Procuro amigos, disse. Que quer dizer cativar?
-É uma coisa muito esquecida, disse a raposa. Significa "criar laços"...
-Criar laços?

-Exatamente, disse a raposa.
Tu não és para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos.
E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens necessidade de mim.
Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro.
Serás pra mim o único no mundo. E eu serei para ti a única no mundo...

Mas a raposa voltou a sua idéia:
-Minha vida é monótona. E por isso eu me aborreço um pouco.
Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol.

Conhecerei o barulho de passos que será diferente dos outros.
Os outros me fazem entrar debaixo da terra.
O teu me chamará para fora como música.

E depois, olha! Vês, lá longe, o campo de trigo?
Eu não como pão. O trigo para mim é inútil.
Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste!

Mas tu tens cabelo cor de ouro.
E então serás maravilhoso quando me tiverdes cativado.

O trigo que é dourado fará lembrar-me de ti.
E eu amarei o barulho do vento do trigo...

A raposa então calou-se e considerou muito tempo o príncipe:
-Por favor, cativa-me! disse ela.
-Bem quisera, disse o príncipe, mas eu não tenho tempo.
Tenho amigos a descobrir e mundos a conhecer.

-A gente só conhece bem as coisas que cativou, disse a raposa.
Os homens não tem tempo de conhecer coisa alguma.
Compram tudo prontinho nas lojas.
Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos.
Se tu queres uma amiga, cativa-me!

-Os homens esqueceram a verdade, disse a raposa.
Mas tu não a deves esquecer.

Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas."

Vida...
Cada um que passa em nossa vida passa sozinho...
Poque cada pessoa é única para nós, e nenhuma substitui a outra...
Cada um que passa em nossa vida passa sozinho, mas não vai só...
Levam um pouco de nós mesmos e deixam um pouco de si mesmos.
Há os que levam muito, mas não há os que não levam nada.
Há os que deixam muito, mas não há os que não deixam nada.
Esta é a mais bela realidade da vida... A prova tremenda de que cada um é importante e que ninguém se aproxima do outro por acaso!

Antoine De Saint-Exupery

“Creio que a imaginação pode mais que o conhecimento.
Que o mito pode mais que a história.
Que os sonhos podem mais que os factos.
Que a esperança sempre vence a experiência.
Que só o riso cura a tristeza.
E creio que o amor pode mais que a morte.”

Robert Fulghum

A grandeza da oração reside principalmente no fato de não ter resposta, do que resulta que essa troca não inclui qualquer espécie de comércio.

Antoine de Saint-Exupéry
No livro da vida não se volta quando se quer, a página já lida, para melhor entendê-la;
nem pode se fazer a pausa necessária à reflexão.
Os acontecimentos nos tornam e nos arrebatam às vezes tão rapidamente
que nem deixam volver um olhar ao caminho percorrido.
(José de Alencar, in Lucíola)

terça-feira, 23 de março de 2010


How Can I Not Love You ( Como eu poderia não amar você?)

Não poder tocar, Não poder segurar
Não poder estar junto
Não poder amar, Não poder beijar,
Não poder ter um ao outro

Deve ser forte, e nós devemos soltar isso
Não poder dizer o que nossos corações devem saber
Como eu poderia não amar você?
O que eu digo pro meu coraçãO?
Quando Eu não quero você aqui nos meus braços?
Como uma valsa de todas as memórias?
Como eu não sentiria saudades de você quando você se fosse?

Não poder sonhar, Não poder dividir,
Doces e carinhosos momento
Não poder sentir como nós nos sentimos,
Devemos fingir que isso acaba

Deve ser enfrentado, e nós devemos seguir em frente
Não poder dizer o que nós sabemos o tempo todo
Como eu poderia não amar você?
O que eu digo pro meu coraçãO?
Quando Eu não quero você aqui nos meus braços?
Como uma valsa de todas as memórias?
Como eu não sentiria saudades de você quando você se fosse?
Como eu poderia não amar você?

Deve ser enfrentado, e nós devemos ser fortes
Não poder dizer o que nós sabemos o tempo todo
Como eu poderia não amar você?
O que eu digo pro meu coraçãO?
Quando Eu não quero você aqui nos meus braços?
Como uma valsa de todas as memórias?
Como eu não sentiria saudades de você quando você se fosse?

Como eu não sentiria saudades de você quando você se fosse?

Cannot touch, cannot hold
Cannot be together
Cannot love, cannot kiss,
Cannot have eachother

Must be strong, and we must let go
Cannot say what our hearts must know
How can I not love you?
What do I tell my heart?
When do i not want you here in my arms?
How does one walks away from all of the memories?
How do I not miss you when you are gone?

Cannot dream, Cannot share,
Sweet and tender moments
Cannot feel how we feel,
Must pretend it's over

Must be brave, and we must go on
Must not say what we've known all along
How can I not love you?
What do I tell my heart?
When do I not want you here in my arms?
How does one waltz away from all of the memories?
How do I not miss you when you are gone?
How can I not love you?

Must be brave, and we must be strong
Cannot say what we've known all along
How can I not love you?
What do I tell my heart?
When do I not want you here in my arms?
How does one waltz away from all of the memories?
How do I not miss you when you are gone?

How can I not love you when you are gone?

As melhores e as mais lindas coisas do mundo não se pode ver nem tocar.
Elas devem ser sentidas com o coração.

Charles Chaplin

Poema da Noite

Já chorei vendo fotos e ouvindo musica;
Já liguei só para ouvir uma voz;
Me apaixonei por um sorriso;
Já pensei que fosse morrer de saudade;
E tive medo de perder alguem especial... (e acabei perdendo)
Já pulei e gritei de tanta felicidade;
Já vivi de amor e fiz muitas juras eternas... "quebrei a cara muitas vezes!"
Já abracei para proteger;
Já dei risadas quando não podia;
Já fiz amigos eternos;
Amei e fui amado;
Mas tambem já fui rejeitado;
Fui amado e não amei...

Charles Chaplin

Não preciso me drogar para ser um gênio;
Não preciso ser um gênio para ser humano;
Mas preciso do seu sorriso para ser feliz.

Charles Chaplin

"O maior erro que você pode cometer
É o de ficar o tempo todo com medo de cometer algum."

William Shakespeare

Eu aprendi...
...que ignorar os fatos não os altera;

Eu aprendi...
...que quando você planeja se nivelar com alguém, apenas esta permitindo que essa pessoa continue a magoar você;

Eu aprendi...
...que o AMOR, e não o TEMPO, é que cura todas as feridas;

Eu aprendi...
...que ninguém é perfeito até que você se apaixone por essa pessoa;

Eu aprendi...
...que a vida é dura, mas eu sou mais ainda;

Eu aprendi...
...que as oportunidades nunca são perdidas; alguém vai aproveitar as que você perdeu.

Eu aprendi...
...que quando o ancoradouro se torna amargo a felicidade vai aportar em outro lugar;

Eu aprendi...
...que não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito;

Eu aprendi...
...que todos querem viver no topo da montanha, mas toda felicidade e crescimento ocorre quando você esta escalando-a;

Eu aprendi...
...que quanto menos tempo tenho, mais coisas consigo fazer.
(Boa noite , Amor )

William Shakespeare

segunda-feira, 22 de março de 2010


DESTINO

Num mundo que eu raramente compreendo, existem ventos de destino que sopram quando menos os esperamos.
Por vezes sopram com a violência de um furacão, outras vezes mal os sentimos no rosto...
Mas os ventos não podem ser negados, trazendo como muitas vezes trazem um futuro impossível de ignorar.

Tu, meu querido, és o vento que eu não antecipei, a rajada que soprou com mais força do que eu alguma vez imaginara possível.

E como um pássaro em uma tempestade, estou tentando proteger-me desse vento, dessa rajada que chegou e bagunçou a minha vida...

Mas tenho medo, por tudo o que posso perder, e esse medo impede meus olhos de enxergar o futuro maravilhoso que posso ganhar ao seu lado!

E mesmo assim, com essa insegurança, a distancia que nos separa, o risco de cair em mais uma ilusão, me entrego a você e deixo o vento do destino arrepiar a minha pele e tomar por inteiro meu coração...

"Obrigado por me fazer feliz"

Ilusão dos sentidos.
*

«Na ilusão da aurora
Vesti-me dos restos dos beijos
Criei forças e fui à procura
Da fonte dos meus desejos

Labirintos serpenteados
por caminhos desertificados
Ilusão dos sentidos ou deserto
Criado! Ressonância do passado

Do rio que suas margens apertou
ao mar que estravasou
Lutei sob um mistério confuso

Pergunto ao Deus que tudo sabe
porque persisto em remar contra a maré
Se nem a fonte reconhece a minha fé.»

Joaninhavoa
(helenafarias)


Estou de volta...
ao meu reino encantado,
na relva molhada,
da chuva fina,
que trás na umidade do dia,
rotina, dor e tristeza.
Vem de encontro a minha solidão,
contraste profundo,
coração moribundo,
destino traçado,
de vidas que se cruzaram
na alma,
na mente,
sem ser presente.
Vivi no passado,
um mundo acordado,
que embalado no sono,
foi só abandono.
Meus olhos se perdem,
na imensidão do verde,
que como moldura,
reproduz tua face,
traduz teu riso,
tua forma quase mágica,
de existir.
Não é sombra opaca,
nem é vulto do destino,
é teu corpo traçado,
o peito tatuado,
que habita o sonho meu,
que é muito mais forte...
que eu.

Fernanda Queiroz

Quando teus pensamentos estiverem distantes é ali que vou estar, nas curvas mais tensas e esguias do vento, no sopro do lamento, talvez no teu suspiro dobrado, quebrado pela saudade, a felicidade parece distante, ela some no horizonte, ela mostra um lugar especial, cheio de cores, beleza e sabores, como perfume de flores embriagando a primavera, existe um clima de ternura pelo ar, e deixa a vida mais branda, entorpecendo os dias, apagando aos poucos o que resta do passado que habita nos seus pensamentos tão distantes e levam ao seu coração.

Sou fada, sou bruxa.

Sou mulher,
Sou flor
Um lado bruxa
Um lado fada

O meu lado bruxa
Enfeitiça
Meu lado mulher
Atiça
Meu lado fada
Te conquista

No amor sou fada
Sou mulher
Mas sou bruxa
Que lhe encanta
Sou flor que nunca murcha
Sou mulher
Que simplesmente ama
Um lado fada, um lado bruxa.

Se estou triste
O meu lado fada
Acalma meu coração
Se apaixonada
O meu lado bruxa
Usa o feitiço da sedução
Mas sou simplesmente mulher
Magia, amor e dedicação.
(Sirlei L. Passolongo)

*

As horas passam, cessam os momentos.
Refúgio incerto, procuro.
Encontro no teu olhar o verso de amor que á muito perdi.
Distante, mas presente.
Vivo e único.
Um verso de amor vive de cada vez que abres os olhos para o mundo.
Eterno, no calor da tua mortalidade, simplicidade, paira ao teu redor o que disse um dia o meu coração em nome de uma frase de amor.
O Tempo fora cruel.
Apagou da memória o verso de amor que deixei no teu olhar.
O Tempo, levou o que nunca ofereci e deu-me o que nunca pedi.

domingo, 14 de março de 2010


Mae e Martinha Amo muitaooooo
video

Karas de mal rsrsrsrsrsrssr

Felix♥♥♥

Amo.com.final.....

Linduchoooo....Sapequinhaa

Meu Gatinho Felix gorducho Lindoo!!!


Chiquinho Eliza Maria e Leo......